A Dimensão Totalitária do “Eu”

Max Paulo P.B da Silveira

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo buscar de maneira geral compreender o atual momento da esquerda no âmbito de seus conflitos internos que desde a queda da união soviética, culminando com o fim da guerra fria, parece ter se fragmentado em diversas correntes por demandas sociais antes sob a égide da luta de classes. O problema posto aqui é compreender como muitos desses movimentos de caráter emancipador, muitas vezes adotam práticas totalitárias de exclusão pervertendo seu próprio discurso a partir do estabelecimento de uma identidade. Para análise deste fato, nos utilizamos de parte do pensamento freudiano que se dedica a análise do comportamento das massas e da estrutura psicológica do ‘Eu’ a fim de tentar compreender em um primeiro momento o mecanismo de comportamento desses movimentos.

Palavras-chave


totalitarismo; eu; capitalismo; psicanálise.

Texto completo:

PDF