Apontamentos sobre o método na pesquisa psicanalítica

Daniel Menezes Coelho, Marcus Vinicius Oliveira Santos

Resumo


Este estudo tem como objetivo apresentar alguns apontamentos que entendemos ser de fundamental importância para nortear a realização de pesquisas com orientação psicanalítica. Cumpre ressaltar que o nosso maior interesse é formular uma defesa do método psicanalítico na produção de pesquisas, sobretudo aquelas de cunho eminentemente bibliográfico. Tomamos como ponto de partida a problematização da legitimidade de uma oposição entre uma psicanálise pura e outra aplicada - teoria e clínica -, mostrando que esse dualismo não pode ser sustentado pela psicanálise como se fossem compartimentos dissociados. Em seguida, buscamos caracterizar a especificidade do método psicanalítico pautado na escuta e na interpretação, dando ênfase à possibilidade de sua aplicação a outras situações que não a do consultório, desde que sejam mantidas as mesmas exigências provenientes da prática clínica. Doravante, procuramos destacar de que maneira a arbitrariedade na função do intérprete pode, ao mesmo tempo, constituir a limitação e a potência do método psicanalítico. Por fim, tentaremos apontar alguns direcionamentos para a pesquisa psicanalítica, sublinhando a relevância do trabalho das construções em análise e das especulações para o pesquisador.

Palavras-chave


Psicanálise; método; pesquisa.

Texto completo:

PDF HTML