Pêcheux entre o sujeito da interpelação e o do inconsciente ou duas saídas para uma mesma questão

Karen Correia, Thales Fonseca

Resumo


No presente artigo, buscaremos problematizar a articulação, realizada por Michel Pêcheux, entre as teorias de Louis Althusser e de Jacques Lacan, partindo de um tópico central, qual seja: a questão da identidade/identificação de um profissional como parte de uma “classe” que compartilha certos elementos e ideias, mas que não forma uma categoria homogênea. Para tanto, em um primeiro momento, nos ocuparemos do processo de identificação para Análise do Discurso. Em seguida, apresentaremos duas saídas possíveis para nossa questão central. Por fim, buscaremos refletir sobre os motivos para haver duas saídas para essa questão, tendo em vista o impasse teórico enfrentado por Pêcheux ao teorizar sobre o sujeito, partindo da articulação entre duas abordagens distintas no que diz respeito a tal conceito. Nesse sentido, apontamos na contribuição teórica de Slavoj Zizek uma possibilidade de se pensar o sujeito perpassado pelo inconsciente e pela ideologia.


Palavras-chave


Análise do Discurso. Sujeito. Inconsciente. Ideologia. Interpelação.

Texto completo:

PDF