Rumos da Filosofia Jurídica Luso-brasileira no século XX

Antônio Braz Teixeira

Resumo


Resumo: Começando por lembrar o muito escasso eco que, à exceção de Heidegger, a filosofia existencial encontrou nos domínios ético e jurídico, o texto avalia a tentativa de aplicação do pensamento expresso em Ser e Tempo à consideração especulativa do direito realizado pelo jurisconsulto Aluízio Ferraz Pereira (1922-2010).


Palavras-chave: Existencialismo; Existência; Fundamentação; Direito; Justiça.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.