Qualidade de vida dos profissionais de enfermagem nível médio em unidade de terapia intensiva

Alexandre Ernesto Silva, Paola Karol Martins Lima, Carla Oliveira

Resumo


O presente estudo tem como objetivo avaliar a qualidade de vida dos profissionais da enfermagem de nível médio em uma Unidade de Terapia Intensiva - Adulto de um hospital geral. Trate-se de um estudo quantitativo descritivo, realizado em um município de médio porte da região centro-oeste de Minas Gerais. O número total de participantes seriam de 24 profissionais, mas somente 22 atenderam os critérios de inclusão para a realização da pesquisa, os mesmos responderam um instrumento estruturado e validado WHOQUOL-Bref; a análise estatística foi realizada através da distribuição de frequência e percentual e pela avaliação final contida no próprio questionário. Foi observado que todos os domínios: Físico, Relações Sociais, Psicológico e Meio Ambientecomtemplados no questionário obtiveram baixos resultados, onde detecta-se que a qualidade de vida dos participantes em todos os aspectos analisados estão abaixo dos níveis satisfatórios. É necessário o planejamento de estratégias para melhoria da qualidade de vida destes profissionais, uma vez que a equipe profissional de enfermagem é de grande importância para o bom funcionamento dos estabelecimentos de saúde, sendo necessário acompanhamento e monitoramento dos mesmos.


Palavras-chave


Qualidade de Vida; Enfermagem; Unidade de Terapia Intensiva.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v6i3.1000

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175