Municipalização em saúde: avanços, desafios e atuação do enfermeiro

Marina Celly Martins Ribeiro Souza, Natália Cássia Horta, Raquel Aparecida Miranda Lopes, Danielle Cristina Dias Souza

Resumo


Este estudo tem como objetivo analisar os avanços e desafios da municipalização do Sistema Único de Saúde (SUS) e a atuação do enfermeiro nesse processo. A pesquisa foi realizada na Biblioteca Virtual em Saúde, sendo obtidos 107 estudos publicados no período de 2003 a 2010, nos idiomas Português, Inglês e Espanhol. Após a leitura dos títulos e resumos foram selecionados 34 artigos para análise. Percebemos que são inúmeros os desafios enfrentados, como o baixo preparo dos profissionais, corrupção e escassez de recursos. Entretanto, diversos são os avanços conquistados, como a criação da Estratégia Saúde da Família, com maior autonomia na gestão dos municípios e a adequação dos serviços à realidade local. O enfermeiro tem desempenhado importante papel na consolidação das políticas públicas de saúde, no entanto, o conhecimento e envolvimento do enfermeiro nessas políticas é ainda incipiente. Conclui-se que em muito se avançou, mas os desafios para a legitimidade da municipalização são múltiplos. Assim, faz-se necessário que o enfermeiro assuma uma postura crítica e consciente frente ao seu papel político no SUS.

 

Descentralização. Papel do Profissional de Enfermagem. Sistema Único de Saúde. Gestão em Saúde.


Palavras-chave


Descentralização. Papel do Profissional de Enfermagem. Sistema Único de Saúde. Gestão em Saúde.

Texto completo:

DOC PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.19

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175