Cuidados relacionados a dermatite na área de fraldas em idosos hospitalizados

Jéssica Luana Gomes Silva, Andrea Mathes Faustino

Resumo


Objetivo: identificar a ocorrência da dermatite na área de fraldas em idosos hospitalizados. Método: trata-se de um estudo
descritivo, transversal, com abordagem quantitativa e epidemiológica. O estudo foi desenvolvido em unidade de Clínica Médica de
um hospital universitário, localizado no Distrito Federal, Brasil e foi utilizado um instrumento de coleta de dados com as seguintes
variáveis: características sociodemográficas, morbidades associadas, hábitos de vida e cuidados realizados diante da dermatite na
área de fraldas, além do exame físico da pele na região da genitália e áreas adjacentes. A amostra foi composta por 40 idosos.
Resultados: em relação à ocorrência da dermatite na área de fraldas, 42% dos idosos apresentaram a alteração na pele, 55%
realizavam a troca de fraldas pelo menos a cada 4horas ou menos; quanto à frequência da higiene íntima, 60% a realizavam uma
vez ao dia, sendo que 32% realizavam esta limpeza somente utilizando água. Conclusão: foi possível verificar que uma parcela
significativa dos idosos internados na unidade de clínica médica, utilizando fraldas e/ou dispositivos para controle de incontinência,
desenvolveram a dermatite na área de fraldas, gerando a necessidade de um diagnóstico precoce por parte da equipe
multiprofissional e medidas de baixa complexidade para a prevenção do problema.

Palavras-chave


Dermatite das fraldas; Incontinência urinária; Idoso.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.2721

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175