Incidentes e eventos adversos no transporte intra-hospitalar em terapia intensiva

Renata da Silva, Lucia Nazareth Amante, Nadia Chiodelli Salum, Juliana Balbinot Reis Girondi, Luciara Fabiani Sebold

Resumo


Objetivo: identificar os incidentes e eventos adversos no transporte intra-hospitalar em terapia intensiva. Método: estudo
descritivo, prospectivo, quantitativo, cuja coleta de dados ocorreu com 103 transportes e envolvendo 100 profissionais de saúde
que atuavam em uma unidade de terapia intensiva de um hospital público. Os dados foram obtidos por meio de um roteiro de
observação e analisados descritivamente. Resultados: a maioria dos incidentes encontrados foi com equipamentos e os eventos
adversos observados foram relativos às alterações fisiológicas. Conclusão: o transporte intra-hospitalar é considerado um
procedimento de risco para o paciente, cujas complicações podem ser minimizadas com a elaboração de protocolos institucionais e
de capacitações da equipe para realização de um transporte seguro.

Palavras-chave


Transporte de pacientes; Unidade de terapia intensiva; Enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v8i0.2805

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175