Da decisão à vivência da cesariana: a perspectiva da mulher

Andyara do Carmo Pinto Coelho Paiva, Paloma Vilela dos Reis, Luciano Côrtes Paiva, Flávia Batista Barbosa de Sá Diaz, Franciane Silva Luiz, Fábio da Costa Carbogim

Resumo


Objetivo: descrever o processo de decisão da mulher primípara pela via de nascimento, compreendendo a vivência da cesariana pela mesma. Método: trata-se de uma pesquisa do tipo descritiva, com abordagem qualitativa. As participantes foram dez puérperas primíparas que vivenciaram a cesariana. Na coleta de dados, utilizou-se a técnica de entrevista aberta com posterior análise temática, aplicando a técnica Laurence Bardin. Resultados: Foram levantadas duas categorias: A decisão pela via de nascimento e o momento da cesariana. Na primeira, foi possível perceber que a maioria das mulheres já chega ao consultório decidida sobre a via de nascimento, no entanto, nem todas conseguiram prosseguir com a escolha inicial. Na segunda, retrata-se como foi vivenciar a cesariana, estando a mulher amparada pelos entes queridos e apoiada pelos profissionais de saúde. Conclusão: Ressalta-se a importância de a equipe de saúde atuar efetivamente no compartilhamento de informações e na construção do vínculo, desde o pré-natal até o puerpério, em que a mulher exerce o real protagonismo do parto.

Palavras-chave


Cesárea; Saúde da mulher; Tomada de decisões; Enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.3115

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175