Gênero e sexualidade na formação de enfermeiros no ensino superior público brasileiro: estudo documental

Ana Cristina Santos De Lima, Maria Juscinaide Henrique Alves, Emanuelly Vieira Pereira, Antonia Priscila Pereira, Grayce Alencar Albuquerque, Jameson Moreira Belém

Resumo


Objetivo: Analisar o conteúdo das ementas de disciplinas que abordam gênero e sexualidade nos cursos de graduação em enfermagem. Método: Pesquisa documental com abordagem mista. Os dados foram coletados com instrumento de elaboração própria, processados no software IRaMuTeQ, apresentados em quadros, dendograma, categorias temáticas e analisados interpretativamente. Resultados: O conteúdo das ementas focalizou-se na saúde da mulher especificamente nos aspectos reprodutivos; políticas, diretrizes e parâmetros curriculares; histórica da sexualidade; práticas pedagógicas sobre gênero e sexualidade; saúde sexual e reprodutiva; conceito de gênero e intersecionalidades; gênero como categoria analítica e marcadores sociais da diferença; masculinidade e saúde do homem. Conclusão: Lacunas na estruturação dos currículos e abordagem de temáticas relativas a gênero e sexualidade contribuem para fragmentação dos processos formativos e práticas assistenciais

Palavras-chave


Identidade de Gênero; Sexualidade; Enfermagem; Educação Superior; Currículo.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v11i0.3877

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175