“Ouvir é como a chuva” – o apoio psicológico como parte da formação em psicologia.

Eleonôra Torres Prestrelo, Erika da Silva Araujo, Marcia Moraes, Leticia Marques

Resumo


Este artigo apresenta a experiência e consequente reflexão das autoras acerca do projeto de extensão denominado “GAPsi – grupos de apoio psicológico” que visa cuidar dos alunos do curso de Psicologia do Instituto de Psicologia/UERJ. Toma como proposição que o cuidado se faz na prática, se faz com e não sobre o outro, em pequenas práticas cotidianas, nas conexões que fazemos, no estabelecimento de parcerias, se faz numa ética do cuidado. O projeto se desenvolve através de “oficinas de cuidado”, tendo como premissa que o cuidado se constitui como ação paradigmática dos cursos de Psicologia. As oficinas são baseadas no dispositivo de trabalho grupal da Abordagem Gestáltica e da Terapia Comunitária Integrativa e apoiam-se na prática de fazerCOM, inspirada na orientação metodológica do Laboratório pesquisarCOM/UFF. Dessa forma, o GAPsi caracteriza-se como um trabalho de prevenção e valorização da vida nas ações cotidianas, buscando beneficiar toda a comunidade nele envolvida.

Palavras-chave: cuidado; grupos de apoio psicológico; extensão; pesquisarCOM.


Texto completo:

PDF




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br