Internet, cultura do consumo e subjetividade de jovens

Marisa Irene Siqueira Castanho, Terezinha José Inácio Zorzim

Resumo


O objetivo deste artigo é o de apresentar resultados de uma pesquisa sobre a influência dos meios de comunicação – mídia-internet – na construção de subjetividades de jovens universitários com idade entre 18 e 29 anos. Foram analisados os conteúdos e as expressões trazidas por eles em questionários e em um espaço de conversação na modalidade de grupo focal. Os resultados mostram um perfil de jovem usuário da telefonia celular e de seus aplicativos como meios de comunicação; as vivências e experiências diante dos apelos midiáticos das tecnologias e das novas mídias marcam uma realidade na contraposição entre dois mundos, o “real” e o “virtual”; tais ambivalências não são negadas pelos participantes, que se dão conta de serem influenciados pelas mídias em sua vida diária, nas suas formas de relacionamentos e hábitos de consumo. Ao mesmo tempo, eles afirmam não se submeterem totalmente aos apelos consumistas facilitados pelas mídias, mas reiteram não ser possível vislumbrar um mundo sem internet.                                                               

Palavras-chave: processos psicossociais; subjetividade; jovens universitários.


Texto completo:

PDF




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br