Diálogos entre saúde mental e atenção básica: relato de experiência do Pet-Saúde no município de Parnaíba-PI

Francisco Jander de Sousa Nogueira, Francisco Marcos Gomes de Brito

Resumo


O presente artigo pretende apresentar o relato de experiência de integrantes do Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde (PET-Saúde) – Rede de Atenção Psicossocial (RAPS), em uma Unidade Básica de Saúde da cidade de Parnaíba-PI. A experiência possibilitou aos participantes observar os desafios na construção de uma atenção integral à saúde mental, na efetivação de linhas de cuidado e de implantação de tecnologias de cuidado, como o Apoio Matricial, bem como as dificuldades dos profissionais da Atenção Básica ao trabalhar a Saúde Mental. Com a observação participante, que supôs visitas domiciliares, rodas de conversa intersetoriais e multiprofissionais, e a corresponsabilização pelos casos, pôde-se conhecer a rede de atenção psicossocial e entender os processos que levam a uma fragilidade e não efetivação das propostas da Reforma Psiquiátrica na realidade local. Percebe-se a necessidade de uma mudança cultural no sentido de incorporar uma visão psicossocial.

Palavras-chave: Atenção Básica. Saúde Mental. SUS. PET-Saúde. Tecnologias de cuidado.


Palavras-chave


Atenção Básica. Saúde Mental. SUS. PET-Saúde. Tecnologias de cuidado.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br