Diabetes Mellitus e atenção primária: percepção dos profissionais sobre os problemas relacionados ao cuidado oferecido às pessoas com diabetes

Carlos Alberto Pegolo da Gama, Denise Alves Guimarães, Guilherme Navarro Gontijo Rocha

Resumo


O objetivo deste estudo qualitativo é identificar e analisar como os profissionais da Atenção Primária à Saúde (APS) do município de Divinópolis, MG, percebem os problemas relacionados ao cuidado oferecido às pessoas com diabetes. Foram realizados Grupos Focais com os profissionais da APS e utilizou-se a hermenêutica para análise do material. Os profissionais afirmaram que o sistema de saúde não é integrado, apresentando problemas de comunicação, falta de recursos humanos e baixa cobertura de APS. A formação predominante baseia-se no modelo biomédico e foi considerada deficiente. Os profissionais apresentaram tendência a culpar as pessoas com diabetes pelas dificuldades encontradas na adesão ao tratamento proposto. Os resultados apontam para a necessidade de transformação das práticas de saúde por meio da incorporação de elementos ligados à subjetividade e ao território, visando ao aumento da responsabilização dos casos atendidos.

Palavras-chave: Diabetes Mellitus. Atenção Primária à Saúde. Saúde Coletiva.


Palavras-chave


Diabetes Mellitus. Atenção Primária à Saúde. Saúde Coletiva.

Texto completo:

PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br