Formando psicólogos para o trabalho com grupos

Bianca Rodrigues Freitas, Eliane Regina Pereira

Resumo


A partir de pesquisa desenvolvida com estagiárias de psicologia da Universidade Federal de Uberlândia que participaram de rodas de conversa na sala de espera de uma Unidade Básica de Saúde, este artigo discute como tem sido a formação para o trabalho com grupos nessa universidade, o que se entende por grupo, se e como essa experiência contribui para a formação dos profissionais de psicologia. Os resultados indicaram que a graduação ainda tem sido insuficiente para a formação do profissional da saúde pública, visto que a realidade encontrada é outra e que as práticas de promoção devem ser variadas e eficazes. As experiências nas rodas de conversa exemplificaram uma forma de atuação no serviço público, possibilitaram envolvimento das estagiárias e mostraram a importância da promoção de saúde.

Palavras-chave: Formação profissional. Promoção da saúde. Sala de espera. Trabalho com grupos.


Palavras-chave


Formação profissional. Promoção da saúde. Sala de espera. Trabalho com grupos.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br