Comunicação e(m) saúde: relato de experiência com trabalhadores da saúde

Janine Kieling Monteiro, Franciele Santiago Dalenogare, Grace Oliveira dos Santos, Mariana Luísa Albrecht Rodrigues, Maríndia Oliveira de Quadros, Pâmela Soares Bratkowski, Pedro Gallas Flach

Resumo


A educação em saúde é um processo educativo de construção de conhecimentos em saúde que contribui para aumentar a autonomia das pessoas no seu cuidado. O objetivo deste trabalho foi relatar a realização de oficinas sobre a comunicação entre profissional de saúde e usuário e humanização no trabalho. Para tanto, foram realizados cinco encontros com dez profissionais, que atuam na área de Saúde da Mulher em uma Unidade Básica de Saúde no RS, por meio de oficinas. As temáticas evidenciadas relacionam-se a dificuldades no contexto de trabalho (falta de espaços de troca entre os profissionais e de apoio da alta gestão, burocracia do sistema) e a dificuldades na relação com as usuárias (atitude passiva e problemas na comunicação). A partir disso, elaborou-se uma cartilha para qualificar a comunicação entre profissional e usuário. Constatou-se também a importância da construção de espaços de interação entre a equipe de profissionais.


Palavras-chave


Educação em saúde. Comunicação. Pessoal da saúde.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br