“A periferia invade o centro”: uma análise sobre a apropriação do espaço urbano por jovens pobres

Maira Ribeiro de Souza, Juliana Perucchi

Resumo


O presente artigo trata dos conflitos advindos da apropriação do espaço central por jovens pobres de uma cidade de médio porte da Zona da Mata Mineira. Isto a partir da participação em um projeto realizado por uma Organização não Governamental no qual são desenvolvidas batalhas de rap. As análises foram construídas a partir das observações registradas em diário de campo, um grupo focal desenvolvido com cinco jovens e duas entrevistas semiestruturadas: uma individual, realizada com o organizador da batalha, e a outra em dupla, desenvolvida com dois jovens colaboradores. Para a análise de dados, foi utilizada a Análise do Discurso Foucauldiana. Com o estudo, pôde-se constatar a presença de dois principais conflitos: a relação com a prefeitura e com os moradores do centro. Nesse contexto, identificaram-se diferentes posicionamentos dos interlocutores a respeito dos conflitos vivenciados, que apontam tanto para possibilidades de resistência quanto para a incorporação dos discursos dominantes.


Palavras-chave


Juventude pobre. Apropriação do espaço urbano. Cultura hip hop. Conflitos.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br