Entre bagunças e rearranjos: performando outras práticas de ensino e aprendizagem em psicologia

Debora Emanuelle Nascimento Lomba, Beatriz Prata Almeida

Resumo


Este artigo apresenta, a partir de uma experiência coletiva de ensino-aprendizado da Teoria Ator-Rede (TAR), uma discussão de natureza metodológica sobre as práticas de ensino da Psicologia. O campo de estudos em Ciência, Tecnologia e Sociedade é um importante referencial teórico na apresentação da experiência de uma aula ministrada em um Programa de Pós-Graduação no Brasil que, como dispositivo potente, permite-nos repensar os modos de ensinar e aprender a Psicologia. Admitindo com a TAR que os processos educacionais são articulações complexas que envolvem humanos e não humanos, propõe-se práticas alternativas no ensino da Psicologia que promovam outras possibilidades para a formação.


Palavras-chave


Psicologia. Teoria Ator-Rede. Processos educacionais.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br