Violência contra a mulher, polícia civil e políticas públicas

Tatiana Machiavelli Carmo Souza, Flávia Resende Moura Santana, Thais Ferreira Martins

Resumo


A violência contra a mulher (VCM) se estabelece como uma das principais formas de violação dos direitos humanos, representando desafio para a polícia e para as políticas públicas. Buscou-se conhecer as concepções de policiais civis a respeito da VCM. Partindo da perspectiva qualitativa, os dados foram obtidos de cinco participantes por meio de entrevistas semiestruturadas, individuais, audiogravadas e transcritas na íntegra. O tratamento dos dados foi realizado mediante a análise de conteúdo, permitindo a construção de categorias a posteriori. Embora tivessem domínio jurídico sobre as leis, os participantes demostraram ter conhecimentos superficiais sobre os elementos psicológicos, sociais e culturais que possibilitam a manutenção da VCM. Verificou-se que a precária implantação das políticas públicas de enfrentamento à VCM prejudica o efetivo trabalho da Polícia Civil.


Palavras-chave


Violência doméstica. Violência intrafamiliar. Política pública. Gênero. Polícia.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br