Propriedades psicométricas da escala de Anomia Social de Srole em trabalhadores brasileiros

Luis Felipe de Oliveira Fleury, Nilton Soares Formiga, Marcos Aguiar de Souza

Resumo


A anomia social é um estado em que o indivíduo não percebe nas normas um objeto capaz de orientar e regular de forma eficiente a sociedade. O elevado índice de anomia na sociedade está relacionado com a incidência de problemas no grupo social. No presente estudo, pretendeu-se investigar as propriedades psicométricas da Escala de Anomia Social de Srole em trabalhadores brasileiros. Esse instrumento é um indicador que auxilia a diagnosticar esse fenômeno em um grupo de trabalhadores. Para isso foram coletados dados com 635 trabalhadores com idade variando entre 18 e 73 anos e média de 45,79 anos. Foi realizado um procedimento de análise fatorial exploratória que demonstrou índices satisfatórios (Alfa = 0,79; Confiabilidade Composta = 0,80; Variância Média Extraída = 0,55) e apontou o instrumento com um único fator que explica 34,06% da variância, sendo um item retirado da escala. O procedimento de análise fatorial confirmatória apontou índices satisfatórios de adequação do modelo. Os resultados reforçam a solução unifatorial do instrumento, que demonstrou propriedades psicométricas satisfatórias.


Palavras-chave


Anomia social. Análise fatorial confirmatória. Validação.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br