O ensino da ética em Psicologia Comunitária no Nordeste do Brasil: reflexões e apontamentos a partir do paradigma da libertação

Alana Braga Alencar, Verônica Morais Ximenes, James Ferreira Moura Jr.

Resumo


O ensino da ética em Psicologia Comunitária é constituído de dilemas e desafios. A Ética da Libertação traz uma perspectiva concreta de escolha pelas populações marginalizadas. Assim, objetiva-se analisar o lugar da ética no ensino da Psicologia Comunitária a partir do paradigma da libertação. A metodologia é qualitativa. Esta investigação foi realizada em instituições de ensino superior de um estado do Nordeste do Brasil que tinham disciplinas opcionais ou obrigatórias de Psicologia Comunitária. Assim, houve a análise documental dos programas das disciplinas de Psicologia Comunitária. Em seguida, foram realizados entrevistas e círculo de cultura com docentes e discentes vinculados à área de Psicologia Comunitária. Os resultados apontam que a ética é um tema transversal na disciplina, sendo o ensino desenvolvido por meio de aspectos práticos. A ética de libertação é compreendida e apontada como saída para uma atuação crítica em Psicologia Comunitária, mas não há apontamentos específicos sobre o seu ensino.


Palavras-chave


Psicologia Comunitária. Ética. Libertação.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br