Apontamentos metodológicos da pesquisa-intervenção no contexto da assistência social: conexões entre universidade e equipe

Roberta Carvalho Romagnoli

Resumo


Este texto apresenta reflexões acerca da participação da equipe de profissionais no processo de pesquisa-intervenção institucionalista. Essa discussão se fundamenta nos resultados parciais da pesquisa financiada pelo CNPq/FAPEMIG, que tem como objetivo analisar as relações no território de um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) em Belo Horizonte, enfatizando o modo de gestão do trabalho social entre a equipe e com as famílias. Este estudo tem a pesquisa-intervenção institucionalista como metodologia e as ideias de René Lourau e Deleuze e Guattari como marco teórico. A partir das assembleias e das restituições realizadas com a equipe, rastreamos os efeitos do estudo no cotidiano de trabalho da equipe. Concluímos que essa metodologia participativa envolve a construção de vários dispositivos que têm efeitos transformadores sobre as práticas sociais estudadas.


Palavras-chave


Metodologia de pesquisa; Pesquisa-intervenção; Assistência social; Política social; Proteção social básica.

Texto completo:

RESUMO PDF

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br