Produção de Saúde: potencializar a invenção de novos modos de vida comunitária

Geiscislaine Laís Martins, Bruna Chaves Leal, Jeane Oliveira Santos, Guilherme Dias Santos, Tereza Cristina Peixoto, Roberta Carvalho Romagnoli

Resumo


A presente pesquisa teve como objetivo estimular a criatividade de grupos e potencializar suas linhas de fuga em prol da ampliação de novos modos de vida e de singularização coletiva. A proposta teórico-metodológica fundamenta-se nos estudos do Institucionalismo, na vertente da Esquizoanálise. Trata-se de uma pesquisa-intervenção, com abordagem qualitativa, uma vez que analisa os aspectos dinâmicos, sociais e subjetivos, com o intuito de cartografar os modos de vida, os fluxos de forças, os discursos, os movimentos, as resistências e as linhas de fuga da comunidade pesquisada, com foco nos movimentos de afirmação da vida. Para tal, os pesquisadores vivenciaram o cotidiano do território de um município de Minas Gerais, onde acompanharam o movimento de um grupo de adolescentes criadores de espaços de lazer e arte para a comunidade.


Palavras-chave


Pesquisa-intervenção; Cartografia; Promoção da saúde

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br