A construção da expressão de gênero na infância: do gesto à palavra

Erica Silva Frois

Resumo


Este artigo aborda a construção da expressão de gênero pelas crianças, à luz das contribuições do construcionismo social. A construção da expressão de gênero, vivida por meninos e meninas, é desenvolvida na dinâmica das relações sociais. De modo continuado e ininterrupto, a construção da expressão de gênero pelas crianças se dá pelas linguagens gestuais e verbais: do gesto à palavra. Tal compreensão foi construída com base em pesquisa bibliográfica e de campo realizada com crianças de 4 a 5 anos, no ambiente escolar. Nessa investigação, os dados foram construídos por um olhar etnográfico e sistematizados mediante núcleos de significação. Nesse processo, foi possível conhecer os modos de compreensão das educadoras sobre a identificação de gênero pelas crianças bem como problematizar e compreender tais formas de entendimento. Este artigo deriva da tese de doutorado “A construção das expressões de gênero da criança no contexto da educação infantil: do corpo à palavra”.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br