PETISMO E ANTIPETISMO EM RELATOS DE SIMPATIZANTES DA DIREITA NA INTERNET

Pedro de Oliveira Filho, Giulliany Gonçalves Feitosa, Caio Cesar Winker e Silva

Resumo


Desde junho de 2013, a polarização política no Brasil aumentou consideravelmente e teve como ponto alto as grandes mobilizações de grupos antipetistas em 2015 e 2016. Este estudo teve como objetivo compreender como se constrói a identidade dos petistas e dos antipetistas em relatos de simpatizantes da direita na internet. Para isso foram analisados, com o uso do método de análise de discurso desenvolvido pelos teóricos da psicologia social discursiva, comentários em resposta às postagens do jornalista Reinaldo Azevedo, um jornalista assumidamente conservador. Observou-se que a desonestidade, o comunismo e a psicopatologia são traços centrais na identidade petista construída pelos antipetistas. Dois discursos constituem seus relatos, o discurso liberal que advoga as virtudes do livre mercado e o discurso da extrema-direita norte-americana para o qual o anticomunismo é um tema central.

 


Palavras-chave


Antipetismo. Discurso. Identidade.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br