Os caminhos das mulheres: das Minas coloniais a Vitoriano Veloso

Vera Lucia Ermida Barbosa

Resumo


O presente artigo apresenta as reflexões resultantes do estudo etnográfico acerca das expressões do colonialismo e das resistências presentes na história, na historiografia e nas narrativas das mulheres do povoado de Vitoriano Veloso - Minas Gerais, realizada entre 2010 e 2017, e se constitui parte da tese de doutorado. No âmbito da psicossociologia, adota o diálogo epistemológico para desenvolver a análise das temporalidades na longa duração, as teorizações dos paradigmas Pós-Coloniais, Feministas, Subalternos e Decoloniais para refletir criticamente acerca desses movimentos de projeção de tempo longínquo e seus impulsos breves, bem como a metodologia de recorte antropológico que privilegia o testemunho e as experiências de subalternidade

Palavras-chave


Historiografia; Identidades Culturais; Processos psicossociais; Feminismos

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br