E agora, quem somos nós a cada encontro? Dançando e dissentindo o cuidado desde dentro

Elis Teles, Maíra França

Resumo


A proposta deste artigo é seguir a ação de dissentir-por-dentro (Maria Puig de la Bellacasa & Donna Haraway) como operadora em trabalhos que desenvolvemos com danças do ventre e massagens, criando modos de conhecer e intervir. Dissentir-por-dentro é parte da dinâmica do cuidado, compreendido aqui como uma rede vital de interdependência em que se incluem aspectos conflitantes e desarmoniosos. Em nossos trabalhos, marcas de experiências individuais e coletivas entram em cena nessa rede e solicitam de nós o encontro com dimensões que divergem, tensionam, desconfortam. Seguindo epistemologias feministas e o método do PesquisarCOM (Moraes), lançamos mão de duas figuras ficcionais que ajudam a operar na escrita a ação de dissentir, de modo localizado, corporificado e parcial. A noção do dentro é pensada como “de dentro das relações”, com suas tensões e possibilidades. Dessa forma, o artigo corrobora com a ideia de que viver e morrer bem nesse mundo implica em dar prolongamento e sustentação à ação de dissentir-por-dentro.

Palavras-chave


Cuidado. Marcas. Dissentir-por-dentro.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais é uma publicação eletrônica, mantida pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ). É um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809-8908, de acesso livre na internet publicado quadrimestralmente, desde 2006. http://www.seer.ufsj.edu.br