A assistência psiquiátrica no Brasil e em Minas Gerais: a infância e a adolescência numa perspectiva manicomial

Fábio Walace de Souza Dias

Resumo


 Este artigo visa apresentar numa perspectiva teórico-histórica como se construiu a assistência psiquiátrica infanto-juvenil e a institucionalização de crianças e adolescentes no Brasil, em especial no estado de Minas Gerais. Para tal, perfaz um caminho que vai desde a criação de alas específicas para o tratamento psiquiátrico de crianças nos grandes manicômios brasileiros e mineiros às parcerias estabelecidas entre a saúde mental, educação e justiça no que podemos chamar da “arte de governar crianças”. Palavras-chave: infância, adolescência, hospital psiquiátrico, educação e justiça. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.