BOURDIEU ENTRA EM “CAMPO”: O FUTEBOL COMO ESPAÇO AUTÔNOMO DE INTERAÇÕES, DISPUTAS, POSIÇÕES E CONSAGRAÇÕES

Marcelo Cedro

Resumo


Este artigo apontará como o futebol pode ser percebido como um espaço social autônomo permeado de relações interdependentes a partir de agentes, de lutas e de posições. O direcionamento teórico foi conduzido pela teoria dos campos de Pierre Bourdieu. A metodologia preocupou-se em um primeiro momento trabalhar os conceitos de campo e de habitus a partir de breves apontamentos sobre o campo artístico, científico e esportivo para demonstrar o emprego dessas terminologias. No segundo momento, percorrer genericamente as etapas históricas do futebol moderno, enfatizando o caso brasileiro, em suas fases de amadorismo e profissionalismo. Nessa linha de raciocínio, sobretudo, utilizando-se das considerações sobre o campo esportivo bourdiano, este artigo procurará entender o futebol como campo específico.

Palavras-chave: Futebol moderno. Teoria dos campos. Habitus.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.