Corpo e nome: algumas questões em psicanálise

Maria Fernanda Fernandes Silva, Daniela Scheinkman Chatelard, Isalena Santos Carvalho

Resumo


Este trabalho tem como objetivo discutir o corpo como portador de um nome, possibilitando se posicionar diante do desejo do Outro. Parte das considerações acerca da identificação em Freud diante da construção do mito da horda primitiva e as elaborações lacanianas acerca dos Nomes-do-Pai. Três conceitos freudianos apontados envolvem a relação do corpo com os processos de identificação: o ideal do eu, o narcisismo e a pulsão. Enfatiza-se que o corpo porta então o nome como marca, definindo uma posição diante das questões do desejo implicadas no complexo de Édipo.


Palavras-chave


corpo, nome, desejo, identificação, complexo de Édipo