O neurótico obsessivo e sua dificuldade subjetiva em ocupar o lugar de pai: um estudo de caso

Vanessa Sajnaj Ferreira, Nei Ricardo de Souza

Resumo


O neurótico obsessivo tem uma posição específica em relação ao pai, marcada pela intensa hostilidade e tentativa de substituí-lo e, simultaneamente, pelo amor e obediência à lei paterna. O presente artigo discute um caso clínico de neurose obsessiva em que os conflitos do paciente com o pai, já falecido, transparecem sua dificuldade subjetiva em ocupar o lugar de pai.

 

 

 


Palavras-chave


Neurose Obsessiva, Pai, Psicanálise.

Texto completo:

PDF