Detecção de risco com a primeira infância: regra, Lei e Impossível

Germano Almeida Faria Fortunato Pereira

Resumo


Este artigo versa sobre a detecção de risco de sofrimento psíquico em bebês proposta pela Psicanálise, extenso campo de teoria e prática. Através dos termos regra, Lei e Impossível, foi possível ler os desdobramentos da circulação dos Indicadores Clínicos de Risco para o Desenvolvimento Infantil (IRDI) na elaboração de um ato legislativo no município de Uberlândia - Minas Gerais. O modo de trabalho encontrado para realizar esse debate foi a revisão bibliográfica que apresenta-se no texto, afastando a ideia de uma lei como um fato encerrado no texto da legislação e nos aproximando da ideia de um acontecimento discursivo que precisa ser compreendido em suas relações de tensão e impasse e em suas consequências para os campos citados.


Palavras-chave


saúde mental; primeira infância; detecção de risco; sofrimento psíquico

Texto completo:

PDF