Da atuação de psicólogos orientados pela psicanálise à relação transferencial nas medidas socioeducativas: considerações para uma prática

Paula Melgaço, Jacqueline de Oliveira Moreira, Eveline Corrêa Miranda Araújo, Maria Aparecida Marques Vasconcelos, Poliana Rocha Tavares, Marina Pompeu

Resumo


Este trabalho traz o recorte de uma prática: a atuação de psicólogos nas medidas socioeducativas, orientados pela teoria psicanalítica. Neste sentido, descreve sobre esta atuação, considerando as possibilidades de trabalho no acompanhamento dos adolescentes a partir da dinâmica transferencial.

Pretende-se trazer para discussão a hipótese de que a relação transferencial pode interferir no cumprimento da medida. Afinal, não seria a transferência que sustentaria o vínculo entre o adolescente e a medida? Para tanto, parte-se do relato de alguns casos e da interface entre a teoria, a construção do Plano Individual de Atendimento (PIA) e os principais eixos das medidas socioeducativas (família, escola e profissionalização).


Palavras-chave


Transferência; Medidas Socioeducativas; Adolescentes em conflito com a lei.

Texto completo:

PDF