Submissões

Submissões Online

Já possui um login/senha de acesso à revista Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais?
Acesso

Não tem login/senha?
Acesse a página de cadastro

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso.

 

Diretrizes para Autores

Política Editorial

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais do Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e do Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João Del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ), é um periódico aberto, registrado com o ISSN 1809–8908, de acesso livre na internet publicado semestralmente, desde 2006, passando a ser quadrimestral a partir de 2016. Acolhe temas relacionados a processos psicossociais e socioeducativos, com o objetivo de difundir e debater avanços e inovações nessa área. Destina-se a especialistas, pesquisadores e estudantes de graduação e pós-graduação.

As contribuições destinadas à publicação são de responsabilidade exclusiva do(s) autor(es) e deverão ser encaminhadas mediante submissão eletrônica, para o endereço: http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/revista_ppp/about/editorialPolicies#sectionPolicies

Os textos serão encaminhados para avaliação, sem identificação de autoria, e serão apreciados por pelo menos dois consultores externos ad hoc, escolhidos pela Comissão Editorial, que determinarão de forma anônima, em esquema de blind review: a) Se o artigo será publicado sem alterações; b) Se o artigo será publicado após modificações; c) Se o artigo será recusado; d) Em caso de controvérsia, o artigo será encaminhado a um terceiro parecerista.

Os autores poderão acompanhar o processo editorial, via internet, mediante acesso ao Sistema de Editoração Eletrônico de Revistas.

A decisão final sobre a publicação de um artigo cabe ao Conselho Editorial que apreciará a versão reformulada, podendo solicitar outras modificações.

Os autores são responsáveis pelo conteúdo total e revisão técnica de seus artigos, embora o Conselho Editorial possa efetuar pequenas alterações no texto para adequá-lo às normas técnicas de publicação ou corrigir eventuais erros gramaticais.

Na publicação do último número de cada ano, serão publicados os nomes dos pareceristas que realizaram a seleção dos artigos daquele ano, sem especificar quais artigos analisaram.

 

Copyright

A revista Pesquisas e Práticas Psicossociais solicita que os autores lhe concedam a propriedade dos direitos autorais de seu artigo ou outro material editado, postado ou publicado por ela em qualquer forma de distribuição, incluindo a publicação através de meios eletrônicos e outras formas de tecnologia.

Os trabalhos aceitos para publicação resultam em propriedade da revista Pesquisas e Práticas Psicossociais. É vedada a utilização dos materiais publicados com finalidade comercial. Qualquer reprodução de material, total ou parcial, em outras publicações deverá obter a permissão escrita do editor.

 

Reprodução parcial de outras publicações

Os trabalhos que incluírem partes de textos extraídos de outras publicações devem obedecer aos limites que asseguram a originalidade do artigo. Recomenda-se evitar a reprodução de figuras, tabelas, ilustrações e materiais semelhantes. No caso do trabalho citar uma ou mais figuras, tabelas ou ilustrações, ele deve vir acompanhado da autorização escrita do autor e editor da publicação original. Direitos de copyright não serão transferidos.

Trabalhos publicados em periódicos estrangeiros podem ser enviados, visando à publicação, desde que acompanhados de autorização escrita e assinada pelo editor do periódico onde o trabalho foi publicado, escaneada e enviada por meio eletrônico ao e-mail da revista Pesquisas e Práticas Psicossociais.

 

Trabalhos que envolvem seres humanos

Trabalhos teóricos e/ou de pesquisa envolvendo seres humanos estão condicionados aos princípios éticos do Código de Ética do Psicólogo, da Declaração de Helsinki (1964, última revisão em 2000), da legislação específica do país onde a pesquisa foi realizada e da Convenção Internacional dos Direitos Humanos.

 

A Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais aceitará contribuições nas seguintes categorias:

1.      Artigos: incluem relatos de pesquisa,  relatos de experiências profissionais,   ensaios teóricos e  revisões críticas de literatura. Limitados a 25 páginas, incluindo páginas de rosto, resumos, referências, tabelas e figuras.

2.      Traduções: traduções de trabalhos, acompanhadas do consentimento escrito dos autores e editores (se se tratar de trabalho já publicado). Limitadas a 25 páginas.

3.      Resenhas: revisão crítica de trabalhos recentemente publicados. Limitadas a 3 páginas.

4.      Entrevistas: entrevistas sobre assuntos relevantes com pessoas relevantes para a psicologia social. Limitadas a 15 páginas.

5.      Notícias: notícias sobre fatos e eventos relacionados à psicologia social. Limitadas a 1 (uma) página.

6.      Cartas: comentários e respostas a trabalhos publicados. Limitadas a 3 páginas.

7.  Comunicação: comunicado relevante sobre questões teóricas, metodológicas e/ou técnicas. Limitada a 5 páginas.

8.  Debate e fórum: sequência de 2 ou 3 artigos, de autores diferentes, focalizando uma questão, explorando seus aspectos compreensivos e/ou controversos. Limitados a 25 páginas (no total dos artigos).

Apresentação de trabalhos

1) Serão aceitos trabalhos em português, espanhol, francês ou inglês, desde que adequadamente revisados.

2) Os originais deverão ser apresentados em espaço duplo, Times New Roman, tamanho da fonte 12, parágrafos de 1,25 cm, nos limites de páginas para cada categoria.

3) Margens: 2,5 cm em todos os lados (superior, inferior, esquerda e direita).

4) Os subtítulos referentes às seções do artigo (introdução, metodologia, resultados, etc.) devem vir em negrito, com maiúscula apenas na primeira letra. Exemplo: Considerações finais.

5) Folha de rosto, resumos, tabelas, figuras, ilustrações e referências contam na numeração das páginas.

6) Todos os originais devem vir acompanhados de uma folha de rosto despersonalizada, com títulos em português, inglês e espanhol centralizados, em negrito, em fonte Times New Roman, tamanho 14.

7) O resumo deve conter a principal questão, pressupostos teóricos, procedimentos metodológicos, conclusões e implicações relevantes do trabalho. As palavras Resumo, Abstract e Resumen devem estar centralizadas, em negrito, fonte Times New Roman, tamanho 12. Os resumos não deve exceder 150 palavras e é dispensável nas categorias de 3 a 7. Devem estar justificados com espaçamento simples, em fonte Times New Roman, tamanho 11, com espaço de um parágrafo entre eles.

8) Palavras-chave, Keywords, Palabras-clave devem estar em negrito, fonte Times New Roman, tamanho 11, com 3 a 5  palavras-chave para indexação do trabalho, separadas por ponto e vírgula.

9) As notas de rodapé devem estar em Times New Roman, fonte 10, entrelinha simples e adicionadas, somente se imprescindíveis. As marcações e estrangeirismos devem vir em itálico.

10) Os seguintes dados não devem constar no artigo, mas serão inseridos no Passo 2 da submissão online: (a) nome, filiação institucional e titulação dos autores; (b)  endereço completo, telefone e e-mail.

11) Todos os originais devem ser submetidos exclusivamente mediante acesso ao site http://www.seer.ufsj.edu.br/index.php/revista_ppp/information/authors

12) Todas as páginas, começando da página inicial do trabalho, devem ser consecutivamente numeradas.

 

Formatação dos trabalhos

Os trabalhos devem ser formatados seguindo as normas da American Psychological Association (APA).

 Recomendamos a leitura de:

 (1) Sabadini, A. A. Z. Paulovic; Sampaio, M. I. C. e Nascimento, M. M. (n.d.).

Citações no texto e notas de rodapé: uma adaptação do estilo de normalizar de acordo com as normas da American Psychological Association (APA). Biblioteca Dante Moreira Leite, Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo. Disponível no site http://www.ip.usp.br/portal/images/stories/manuais/citacoesnotextoapa.pdf

 

(2) Sabadini, A. A. Z. Paulovic; Sampaio, M. I. C. e Nascimento, M. M. (n.d.)

Normalização de referências: uma adaptação do estilo de normalizar de acordo com as normas da American Psychological Association (APA). Biblioteca Dante Moreira Leite, Instituto de Psicologia, Universidade de São Paulo. Disponível no site http://www.ip.usp.br/portal/images/stories/manuais/normalizacaodereferenciasapa.pdf

 Abaixo, são apresentadas algumas orientações relativas ao formato de citações no texto:

 Citações:

Tipos comuns de citações

 Citação literal: Quando a citação não exceder 40 palavras, colocar o texto entre aspas e logo em seguida, sem vírgula ou ponto, entre parênteses, escrever o último sobrenome de cada autor, ano e página da publicação. Não utilizar caixa alta ou itálico.

 Exemplo: "Na dinâmica do grupo operativo, enfatizamos o entrelaçamento da tarefa externa e da tarefa interna" (Silva & Souza, 2002, p. 6). 

Quando a citação for literal e maior do que 40 palavras, usar recuo de 3 cm, espaço de um parágrafo antes e depois, sem aspas, Times New Roman, tamanho 10, entrelinha simples para todo o bloco citado. Se os nomes dos autores já estiverem citados no parágrafo anterior, bastará indicar a página logo após a citação.

 Exemplo: Conforme lembram Silva e Souza (2002):

Na dinâmica do grupo operativo, enfatizamos o entrelaçamento da tarefa externa e da tarefa interna, lembrando que o objeto de análise é tudo aquilo que cria resistência ao desenvolvimento da tarefa externa. Ou seja, tomamos aqui a diretriz, já apontada por Berger, de que se há resistência e transferência em tudo, no grupo operativo a transferência a ser analisada restringe-se àquelas que estão transversalizadas na tarefa interna (p. 6).

 Citação conceitual: Sobrenomes dos autores e ano de publicação.

Dois Exemplos:

(1) Souza (2002) enfatiza o entrelaçamento da tarefa externa e da tarefa interna nos grupos operativos.

(2) É importante enfatizar o entrelaçamento da tarefa externa e da tarefa interna nos grupos operativos (Silva & Souza, 2002).

 

Número de autores

1. Citação de um único autor: sobrenome do autor (data). Exemplo: Souza (2002).

Quando houver, nas referências, mais de um autor com o mesmo nome, citar

sobrenome, prenome abreviado e data, a fim de diferenciá-los.

 2. Dois autores

Os sobrenomes devem vir em todas as citações, usando-se "e" no corpo do texto e usando-se "&" dentro de parênteses ou na lista de referências.

 Exemplos:

(1) Os estudos de Silva e Souza (2002) enfocam os grupos operativos.

 (2) Os grupos operativos mantêm uma interrelação entre tarefa externa e tarefa interna (Silva & Souza, 2002).

 3. De três a cinco autores

Os sobrenomes de todos os autores devem ser mostrados na primeira citação. Da segunda citação em diante, apenas o sobrenome do autor principal é citado, seguido de "et al" e do ano de publicação.

 Exemplos:

(1) Os estudos de Souza, Silva e Pena (2002) enfocam os grupos operativos. (Primeira vez em que é citado no texto)

 (2) Souza et al. (2002) verificaram que... (citação subsequente dentro do texto, mas primeira dentro do parágrafo)

 (3) Souza et al. (citações subsequentes dentro do mesmo parágrafo)

 Exceção: Se a forma abreviada levar à confusão entre duas referências bibliográficas, todos os autores devem ser mencionados. Todos os nomes devem ser incluídos nas referências.

 (4) Seis ou mais autores

Desde a primeira vez em que aparece no texto, apenas o sobrenome do primeiro autor é mencionado, seguido de "et al.", exceto se isto provoca ambiguidade, caso em que se deve adotar a solução:

Souza et al. (2002). Todos os nomes devem ser incluídos nas Referências.

 (5) Citação de trabalhos discutidos em fonte secundária

É quando o autor usa uma fonte apresentada em outro texto, sem ter lido o artigo original. Por exemplo, um estudo de Silva, citado por Souza, 2002. A forma de citação é: Silva (citado por Souza, 2002). Nas Referências, incluir apenas a fonte consultada.

 (6) Citação de trabalhos antigos que recebem novas edições.

Seguem a forma: Sobrenome do Autor (data da primeira edição/ data da edição

utilizada). Exemplo: Souza (1890/2002).

 (7) Citação de comunicação pessoal e de falas de entrevistas

Deve ser incluída apenas se relevante para o argumento e por respeito à produção intelectual. Neste caso, virá no texto, mas não nas referências. Exemplo: M.V. Silva (comunicação pessoal, 09 de novembro de 2005). As citações de falas de entrevistados seguem as mesmas especificações feitas para citação de autor, exceto que virão em itálico.

 (8) Instituição como autor: Citar como nos itens sobre autor. Exemplo: Instituição (data).

 (9) Sem especificação de autor: Nome do texto (data)

 (10) Sem especificação de data: Sobrenome do Autor (s/d).

 (11) Editor ou organizador como autor: Sobrenome do organizador, inicial do prenome (data).

 

Referências

As referências devem ser listadas ao final do artigo em ordem alfabética seguindo as normas da APA e separadas por espaço duplo.

A veracidade das informações contidas na lista de referências é responsabilidade do autor. Para nomes de autores, usar apenas a primeira letra em maiúscula e as restantes em minúsculas (Exemplo: Silva, M.V. & Afonso, M.L.M.). Fontes normais ou em itálico são usadas para diferenciar o trabalho dentro do veículo de publicação, conforme exemplos abaixo.

Referências com exemplos:

 1. Relatório Técnico

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (Data). Nome do relatório (número do

relatório se for uma série). Cidade: Instituição subordinada se houver. Instituição Principal.

2. Artigo apresentado em congresso, mas não publicado

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (data). Nome do artigo. Artigo apresentado no (nome do Encontro). Cidade: País. Exemplo:

Santos, J. A. & Miranda, S. F. (2015). As marcas da interseccionalidade em trajetórias de professoras universitárias negras: um estudo sobre identidades. Artigo apresentado no XVIII Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social. Fortaleza: Brasil.

3. Artigo apresentado em congresso, com resumo publicado em série de anais.

Considerar como publicação em revista, indicando, depois do título que se trata de resumo.

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (data). Nome do artigo [Resumo]. Nome da Revista/Anais, número (número de ordem, suplemento/se houver), página (se houver).

Exemplo:

Santos, J. A. & Miranda, S. F. (2015). As marcas da interseccionalidade em trajetórias de professoras universitárias negras: um estudo sobre identidades [Resumo]. Anais do XVIII Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social, p. 140.

4. Artigo apresentado em congresso e resumo publicado em número especial:

Considerar como publicação em livros, indicando tratar-se de resumo, bem como indicando o evento de acordo com a informação oferecida na capa.

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (data). Nome do artigo [Resumo]. In Entidade que publica o livro (Ed.), Título, Nome do Evento (página). Cidade, país: Entidade promotora do evento.

5. Teses ou dissertações não publicadas

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (Data). Nome da tese ou dissertação. Nível de formação (Mestrado, Doutorado ou outro), Universidade, Cidade. Exemplo:

Barros, S. A. (1999). A resiliência da comunicação, ou a mudança dos valores pela mediação da cultura. Tese de Doutorado, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.

6. Livros

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (Data). Título. Cidade: Editora. Exemplo:

Simon, R. (1989). Psicologia clínica preventiva: Novos fundamentos. São Paulo: EPU.

7. Capítulo de livro.

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (data). Título do capítulo. In Nome do autor (se organizador ou editor indicar como explicado acima). Título do Livro (pp. página inicial e página final do capítulo no livro). Cidade: Editora. Exemplo:

Lane, S. T. M. (1984). Consciência/alienação: a ideologia no nível individual. In: Lane, S. T. M.; Codo, W. (Orgs.) Psicologia Social: o homem em movimento (pp.78-98). São Paulo: Brasiliense.

8. Livro traduzido em português

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (Data). Título do livro. (Nome do tradutor, Trad.). Cidade: Editora (Original publicado em data). Exemplo:

Foucault, M. (2004). A hermenêutica do sujeito. (Márcio Alves da Fonseca e Salma Tannus Muchail, Trad.). São Paulo: Martins Fontes (Original publicado em 2001).

9. Artigo em revista científica: Informar o número do volume da revista, seguido do número da revista entre parênteses, especialmente quando a numeração das páginas recomeça a cada novo número da revista.

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (data). Nome do artigo. Revista, número do volume (número da revista), página inicial-página final do artigo na revista. Exemplo:

Carone, I. (2002). Fascimo on the air: estudos frankfurtianos sobre o agitador fascista. Lua Nova, 55-56, 195-217.

10. Trabalhos antigos republicados

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (Data). Nome do livro. Cidade: Editora (Originalmente publicado em Data). Exemplo:

Lyotard, J-F. (1998). A condição pós-moderna (R. C. Barbosa, Trad.). Rio de Janeiro: José Olympio. (Originalmente publicado em 1979).

11. Artigos científicos esperando publicação (no prelo): Não incluir o ano, volume, número da revista ou número de páginas até que o manuscrito esteja publicado.

Sobrenome do Autor, Prenome abreviado (no prelo). Título. Exemplo:

Janczura, G. A. (no prelo). Contexto e normas de associação para palavras: a redução do campo semântico.

12. Autoria Institucional

(1) Artigos: Instituição principal. Instituições subordinadas se houver (data). Título do artigo. Revista. Número: página inicial e final do artigo na publicação.

 (2) Livros ou Relatórios: Instituição principal. Instituições subordinadas se houver (data). Título do livro. Cidade: Editora, se houver.

 (3) Capítulo de livros ou texto em coletânea: Instituição principal. Instituições

subordinadas se houver (data). Título do capítulo do livro in Instituição principal.

Instituições subordinadas se houver. Título do Livro. Cidade: Editora, se houver.

Exemplo:

Adorno, T. W. (1992). Capitalismo tardio ou sociedade industrial. In G. Cohn (Org.), Theodor W. Adorno (pp. 62-75). São Paulo: Ática.

13. Materiais Eletrônicos

Internet: Autor (data). Título do texto. Revista, número: páginas (quando houver). Retirado em (colocar data) do (nome do site), homepage com hiperlink. Exemplo:

Hur, D. U. (2011). Psicanálise e política: considerações sobre o Estado. Revista Gestão & Políticas Públicas, 1(1), 112-132. Retirado em 25 de fevereiro de 2014, em http://each.uspnet.usp.br/rgpp/index.php/rgpp/article/view/6.

Material Audiovisual: Autor (data). Título do trabalho [tipo de material - exemplo: videocassete]. Cidade: Editora (se houver). Exemplo:

Prado, M. (2004). Estamira [Filme/DVD]. Rio de Janeiro: Rio Filme∕Zazen.

 

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  1. A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  2. Os arquivos para submissão estão em formato Microsoft Word, OpenOffice ou RTF (desde que não ultrapassem 2MB).
  3. URLs para as referências foram informadas quando necessário.
  4. URLs Os originais deverão ser apresentados em espaço duplo, em fonte Times New Roman, corpo 12, nos limites de páginas para cada categoria.
 

Declaração de Direito Autoral

Declaro que o trabalho submetido à Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais, mantido pelo Laboratório de Pesquisa e Intervenção Psicossocial e pelo Programa de Mestrado em Psicologia da Universidade Federal de São João del-Rei (LAPIP/PPGPSI/UFSJ), não foi publicado previamente e comprometo-me a não submetê-lo a outra publicação enquanto estiver em processo de avaliação  nem após publicado por essa revista.

Declaro que o trabalho é original e que seu conteúdo é fruto de minha contribuição intelectual. Todas as citações e referências a materiais já publicados estão identificadas com seus respectivos créditos e estão incluídas nas referências bibliográficas com as autorizações dos detentores de direitos autorais.

Cedo os direitos autorais à Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais e me responsabilizo por reclamações ou processos relativos a direitos de propriedade intelectual, isentando de responsabilidade a Universidade Federal de São João del-Rei.

No caso do artigo ser aprovado, autorizo a Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais, a editá-lo, exibi-lo e distribuí-lo no Brasil e no estrangeiro, pela internet ou em outras mídias.

Concordo e aceito os termos desta declaração.

 

Revista Pesquisas e Práticas Psicossociais
Laboratório de Pesquisas e Intervenção Psicossocial (LAPIP)
Departamento de Psicologia, UFSJ

Praça Dom Helvécio 74, Bairro Dom Bosco
CEP: 36.301-160 - São João del-Rei, Minas Gerais, Brasil.

E-mail: ppplapip@ufsj.edu.br
Telefone: (32) 3379-2492

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.