As estabilizações na clínica das psicoses e das toxicomanias

Júlia Reis da Silva Mendonça, Márcia Rosa

Resumo


Este trabalho tem como objetivo discorrer sobre os diferentes modos de estabilização na clínica das psicoses e das toxicomanias para a psiquiatria e a psicanálise. Na contramão da psiquiatria de orientação biológica que considera a toxicomania e a psicose como transtornos distintos e defende a abstinência do uso de drogas como condição de tratamento, a psicanálise propõe que o diagnóstico e a direção de tratamento devem ser traçados a partir da investigação da função do recurso à droga na economia de gozo de cada sujeito, de acordo com sua estrutura clínica, o que aponta para a possibilidade da identificação imaginária ao significante “sou toxicômano” estabilizar a psicose, quando consegue localizar ou apaziguar o gozo.


Palavras-chave


Estabilização; Psicose; Toxicomania.

Texto completo:

PDF