Teatro e o corpo-diapasão

Leonardo Pinto de Almeida, Raul Marcel Filgueiras Atallah

Resumo


A partir da peça Ricardo III, de William Shakespeare, encenada por Gustavo Gasparani em formato de monólogo, com direção de Sergio Módena, o presente artigo tem como objetivo refletir sobre o teatro como espaço de experimentação. Com o auxílio das reflexões teóricas de Badiou, Rancière, Deleuze, Guattari e Blanchot sobre a experiência artística, analisamos a relação entre os corpos de atores e atrizes com a reverberação produzida pelo espaço cênico. Assim, pensamos como a incorporação do texto por parte dos atores e atrizes produz ressonância a partir da noção de corpo-diapasão.


Palavras-chave


Teatro. Experiência. Ressonância. Corpo-diapasão.

Texto completo:

PDF