Orientação espacial e a "Geografia de Dona Benta": observações pela experiência vivida

Filipe Rafael Gracioli, João Pedro Pezzato

Resumo


Entendendo que a relação estabelecida entre a Geografia científica e outros saberes, como o da literatura, pode nos levar a repensar as relações humanas com o espaço, trazemos este texto, resultado parcial da pesquisa intitulada “A identidade nacional em Monteiro Lobato e a Geografia de Dona Benta”. Concebido a partir dos detalhes de uma narrativa da literatura infantil, chama-nos a atenção um ponto particular de sua textualidade ao tratar da concepção de localização e de orientação no espaço geográfico. Reformulando um tema clássico do ensino de Geografia, dado pela relação corpo humano-astro celeste, Lobato imprime originalidade ao abordar a orientação espacial, a do corpo humano-experiência de vida, provocando um processo de repensar o lugar pela experiência geográfica do espaço. Considerando que a experiência individual leva à revisão de paradigmas e de tradicionalismos, discutimos uma proposta que não vem para negar o que já foi construído, mas para fazer repensar o devir.

Palavras-chave: espaço geográfico, orientação espacial, experiência.


Palavras-chave


Experiência; espaço geográfico; orientação espacial; Monteiro Lobato

Texto completo:

PDF