Trilha de orientação: aplicação de uma prática de ensino de Cartografia para a compreensão dos conceitos da geografia física na fase escolar

Heitor Silva Sabota, Miriam Aparecida Bueno

Resumo


Atualmente um dos desafios do processo de ensino-aprendizagem em Geografia é associar o conteúdo ensinado em sala de aula com o cotidiano do aluno. Em Geografia Física este desafio torna-se um pouco maior para o docente, visto a dificuldade na construção dos conceitos necessários para a compreensão da disciplina. Desta forma surge como proposta uma estratégia de ensino a ser aplicada nas proximidades do ambiente escolar, na qual abarcará o cotidiano e o espaço local dos alunos e da instituição de ensino. O objetivo desta metodologia educativa é utilizar uma atividade prática para o processo de ensino-aprendizagem em Geografia Física, a partir da leitura, observação e sistematização de informações coletadas no espaço físico/material frequentado pelos sujeitos envolvidos no processo de aprendizagem. Para isso será necessário utilizar um desporto lúdico chamado “Trilha de Orientação” como instrumento metodológico para a coleta de informações. Esta prática desportiva também permitirá a abordagem educativa em outro ramo do conhecimento da disciplina, que é a Cartografia Escolar. A aplicação desta atividade possibilitará aos sujeitos envolvidos na educação a elucidação e compreensão de conceitos que antes eram abordados distantes do espaço escolar, por meio da identificação de situações problematizadoras geradas a partir da configuração física do espaço analisado e das diferentes formas de usos e ocupação destes locais.



Palavras-chave


Trilha de Orientação, Geografia Física e Ensino de Cartografia.

Texto completo:

PDF