Norma regulamentadora 32 no Brasil: revisão integrativa de literatura

Aires Garcia dos Santos Junior, Fernando Ribeiro dos Santos, Mara Cristina Ribeiro Furlan, Jéssica Corrêa de Araújo, Mayla Bernardes Arantes, Tainã da Silva Barbosa

Resumo


Em novembro de 2015 irá completar 10 anos que a norma regulamentadora 32 esta vigente sendo obrigatório em todos os serviços de saúde, porém neste período o que se tem evidenciado na literatura nacional em relação à temática? O objetivo deste estudo foi conhecer as principais publicações na literatura sobre a norma regulamentadora 32. Tratou-se de uma revisão de bibliográfica da literatura registrada nas bases de dados LILACS, MEDLINE, e SciELO, identificados por meio da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS). Os tipos de estudos incluídos nesta revisão foram quantitativos, qualitativos e relatos de experiência, com época de publicação entre 2005 e 2013, utilizando os descritores: Riscos ocupacionais, Saúde do trabalhador, Saúde Ocupacional e Legislação em saúde. Estabelece como critério de inclusão os artigos em português que abordavam a norma regulamentadora 32. Em relação à caracterização dos artigos analisados, foram encontrados 6 artigos relacionados ao objeto da pesquisa. Verificou-se que 4 dos periódicos têm como público de leitor principal os profissionais da enfermagem e 100% dos estudos são realizados em hospitais. Observa-se na literatura uma escassez de publicações sobre a temática, levando a sugestão de novas pesquisas nesta área. Sendo os profissionais da enfermagem os maiores publicadores sobre o tema. 

Palavras-chave


Riscos Ocupacionais; Saúde do Trabalhador; Saúde Ocupacional; Legislação em Saúde.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.1050

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175