Gerenciar unidade de internação hospitalar: o que pensam os enfermeiros?

Rogério Silva Lima, Eliana Bernardes Lourenço, Sara Rodrigues Rosado, Roberta Seron Sanches, Silvana Maria Coelho Leite Fava, Eliza Maria Rezende Dázio

Resumo


Objetivo: compreender os significados de gerenciar unidade de internação hospitalar na ótica dos enfermeiros. Método: pesquisa qualitativa, do tipo exploratória e descritiva. Os dados foram coletados por meio de um roteiro de entrevista semiestruturada aplicado a dez enfermeiros de um hospital geral. A coleta de dados ocorreu no próprio hospital. O referencial teórico adotado foi a Teoria das Representações Sociais e o referencial metodológico foi a Análise do Discurso na perspectiva da psicologia social. Para a organização dos dados, utilizou-se como ferramenta o Mapa de Associação de Idéias. Resultados: o discurso dos enfermeiros remete à gerência técnica, desvinculada do cuidado ao paciente, ancorado no modelo racional de gerência e biomédico de assistência com vistas a conformar o fazer do enfermeiro às demandas organizacionais. Conclusão: considera-se a necessidade de estudos que contemplem a interface cuidado-gerência no contexto da prática. 


Palavras-chave


Administração hospitalar; Gerência; Enfermagem.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v6i2.1128

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175