Conhecimento da equipe de enfermagem quanto aos cuidados com idoso portador da doença de alzheimer.

Ana Cláudia Silveira Salles, Bruna Colombo Reginato, Juliana Dias Reis Pessalacia, Tatiane Prette Kuznier

Resumo


O envelhecimento populacional implica em maior incidência de doenças crônico-degenerativas, tais como a Doença de Alzheimer (DA). Por ser uma doença extremamente aflitiva para portadores e cuidadores, este estudo teve como objetivos identificar o conhecimento da equipe de enfermagem e analisar os fatores que interferem em um cuidado adequado para com o idoso, por meio de um estudo descritivo e exploratório, de abordagem qualitativa, utilizando-se o referencial proposto por Bardin. Foram identificados como categorias de análise os itens: admissão e inclusão do idoso; qualidade de vida do cuidador; colaboração por parte da família; cuidados e tratamentos ao idoso. Os resultados demonstraram que há falta de preparo dos profissionais no cuidado ao idoso e que tal deficiência traz conseqüências para a saúde física e mental dos mesmos. Foram identificados a partir das falas dos profissionais, como fatores que interferem no cuidado ao idoso, o acolhimento durante o processo de admissão; a inclusão através da realização de eventos culturais e tratamento com equidade; as exigências físicas e mentais que o cuidado proporciona à equipe; a falta dos familiares e a importância do carinho e paciência do cuidador.


Palavras-chave


Equipe de Enfermagem; Assistência à Saúde; Serviços de Saúde para Idosos; Doença de Alzheimer.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.141

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175