Gerência de um centro de atenção integral à saude do idoso

Roberto Santos Oliveira, Neusa Maria Azevedo, Waldemir Gomes Albuquerque, Marilda Andrade, Fatima Helena Espirito Santo

Resumo


Problema: O desconhecimento das condições físicas, dos materiais, das práticas e saberes necessários; para o gerenciamento de uma Unidade de atenção à saúde do idoso Objetivo: Descrever as ações gerenciais de um centro de atendimento integral à saúde do idoso, desenvolvidas pelo Enfermeiro. Metodologia: Estudo descritivo, de abordagem qualitativa. Atende os preceitos éticos legais com autorização do CEP local. Resultados: A unidade do estudo apresenta uma estrutura física adequada, material, equipamentos e recursos humanos suficientes para oferecer um bom padrão de qualidade aos usuários. Identifica-se que o enfermeiro lança mão de práticas e saberes próprios para poder administrar uma unidade de saúde, vencer obstáculos, otimizar espaços físicos e ações profissionais, gerenciar diplomaticamente as relações inter-profissionais; adequando carga horária, disponibilidade dos profissionais e recursos materiais para manter um padrão de qualidade e o acesso do idoso ao seu direito de ter saúde. Conclusão: A atenção à saúde da pessoa idosa requer ações específicas que envolvem o processo de envelhecimento e suas complicações. As políticas públicas direcionadas para o envelhecimento buscam a otimização das ações de saúde, a partir da atenção básica. O enfermeiro possui conhecimentos e habilidades, e portanto é o profissional indicado para conferir qualidade no atendimento e gerenciamento deste tipo de unidade, com vistas a aumentar a qualidade de vida da pessoa idosa.


Palavras-chave


Gerência. Enfermagem em Saúde Comunitária. Serviços de Saúde para Idosos. Planejamento em Saúde.

Texto completo:

DOC PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.16

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175