Análise contextual da teoria das representações sociais na perspectiva da pesquisa qualitativa em enfermagem

Mônica Gisele Costa Pinheiro, Iellen Dantas Campos Verdes Rodrigues, Gustavo Ávila Dias, Emanuella de Castro Marcolino, Bruna Raquel da Silva Gomes, Francisco Arnoldo Nunes de Miranda

Resumo


Objetivo: analisar os aspectos contextuais que envolvem a Teoria das Representações Sociais, na perspectiva da pesquisa qualitativa em enfermagem. Método: ensaio analítico, fundamentado no referencial teórico da análise contextual, como fonte de significado e conhecimento, no qual o contexto é compreendido, em quatro níveis de camadas distintas, mas que mantém relações entre si. Resultados: o contexto imediato aborda a utilização da Teoria das Representações Sociais nas pesquisas em enfermagem; o contexto específico discorre sobre a pesquisa qualitativa na área da enfermagem; os aspectos subjetivos inerentes à Teoria das Representações Sociais nas pesquisas qualitativas em enfermagem estão dispostos no contexto geral. Cabe ao metacontexto traçar considerações sobre a amplitude que encerra as pesquisas, em enfermagem, de modo geral. Conclusão: a discussão exposta, no presente estudo, ampliou a compreensão dos diversos contextos que envolvem a Teoria das Representações Sociais, na perspectiva da pesquisa qualitativa em enfermagem.

Palavras-chave


Teoria social; Pesquisa qualitativa; Pesquisa em enfermagem.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.2722

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175