Letramento funcional em saúde de pessoas idosas em uma unidade de saúde da família

Nidia Farias Fernandes Martins, Daiane Porto Gautério Abreu, Bárbara Tarouco Silva, Eliel de Oliveira Bandeira, Juliana Piveta de Lima, Julia Moraes Mendes

Resumo


Objetivo: analisar o Letramento Funcional em Saúde de pessoas idosas atendidas na Estratégia Saúde da Família, a partir do modo
como elas buscam, compreendem e partilham informações em saúde. Método: Estudo qualitativo, exploratório-descritivo, com 23
pessoas idosas adscritas a uma Unidade de Saúde da Família. Foi utilizada a entrevista com um instrumento denominado
“healthliteracy”, adaptado e validado para o português. A análise dos dados realizou-se pela análise textual discursiva. Resultados:
obtiveram-se quatro categorias: “busca por informações em saúde” - os participantes relataram a unidade como fonte de busca de
informações, sentindo-se, em geral, satisfeitos com as informações; “compreensão das informações em saúde” - os participantes
relataram que consideram as informações fáceis ou muito fáceis de entender; “compartilhamento das informações em saúde” - a
maioria relatou compartilhar informações com familiares, amigos ou vizinhos; e “repercussões das informações em saúde” - as
pessoas idosas consideraram que as informações fazem diferença em suas vidas, melhorando seu autocuidado, adesão a
tratamentos, qualidade de vida, propiciando uma vida mais ativa. Conclusão: permite aos enfermeiros e demais profissionais da
atenção básica saberem o modo de busca, compreensão e partilha de informações em saúde pelas pessoas idosas, planejando
intervenções com utilizando a educação em saúde.

Palavras-chave


Idoso; Alfabetização em saúde; Atenção primária à saúde; Estratégia saúde da família.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.2937

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175