Características das ações de educação em saúde para adolescentes

Thaís Thaler Souza, Adriano Marçal Pimenta

Resumo


Este estudo objetivou caracterizar as ações desenvolvidas no âmbito de educação em saúde para adolescentes. Para isso foi realizada uma busca de publicações sobre o tema nas bases de dados BVS, LILACS e SCIELO, tendo como descritores: adolescentes/ adolescent, promoção em saúde/ health promotion e educação em saúde/ health education. A amostra foi composta por 15 artigos, dos quais foram analisadas as variáveis: escolha do tema das oficinas, associação com a escola, quantidade de alunos, faixa etária, número de oficinas, duração e a metodologia. A escolha do tema sexualidade prevaleceu (n = 13); todos relataram alguma parceria, em sua maioria com a escola (n = 11); foi encontrada uma mediana de 15 jovens; a maioria dos artigos selecionou uma faixa etária específica (n = 12); houve uma média de 7 oficinas por grupo; a variação de tempo foi  de 2 horas e 35 minutos; a maioria optou pela análise qualitativa (n = 8) com abordagem do tipo pesquisa-ação (n = 5);  e metodologia freireana e lúdica. Através deste estudo foi possível identificar características comuns entre as ações de educação em saúde para adolescentes que, ao serem divulgadas, podem auxiliar na elaboração e execução de outras atividades educativas com o público-alvo.

Palavras-chave


Educação em saúde

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.314

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175