Transtorno mental comum entre estudantes de enfermagem e fatores envolvidos

Pérola Liciane Baptista Cruz e Silva, Beatriz Francine Fernandes Silva, Keite Kelli Aparecida Conceição Rocha Chagas, Michele Beatriz Alves Tortola, Renata Lourdes Rodrigues Caldeira

Resumo


Objetivo: Investigar a ocorrência de sintomas indicativos de Transtornos Mentais Comuns entre estudantes de enfermagem e discutir possíveis fatores envolvidos. Métodos: Estudo descritivo, transversal, quantitativo do qual participaram 88 estudantes, com aplicação de questionário autoaplicável sobre questões diárias, seguido do Self-Reporting Questionnaire (SRQ-20). Resultados: A prevalência geral de TMC foi de 41%. Com relação a outras variáveis, foi constatado que a maioria dos estudantes possui atividade profissional, sendo essa geralmente integral na semana. Foi relatado entre os participantes 12,5% de acompanhamento em saúde mental e uso de medicação psicoativa próxima dos 15%, o que pode sugerir automedicação. Conclusão: Os dados aproximam-se de demais pesquisas com metodologias semelhantes e demonstram a importância de se discutir o problema e pensar estratégias que apoiem esses estudantes para melhora geral em seu estado de saúde e rendimento estudantil.

Palavras-chave


Estudantes de Enfermagem; Transtornos Mentais; Saúde Mental; Saúde do Estudante.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.3191

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175