Avaliação dos resultados das orientações pré-operatórias a pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva

Márcia Vilaça Teixeira, Allana dos Reis Corrêa, Salete Maria de Fátima Silqueira, Daclé Vilma Carvalho

Resumo


Este estudo teve como objetivo avaliar o resultado das orientações realizadas aos pacientes candidatos a cirurgia cardíaca eletiva pela equipe do Ambulatório de pré-operatório de Cirurgia Cardíaca de um hospital universitário de Belo Horizonte. Trata-se de um estudo quantitativo, descritivo. A população foi composta por 17 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva. Dos 17 pacientes entrevistados, 64,7% era do sexo feminino, a mediana da idade foi de 54 anos e 64,6% apresentavam baixa escolaridade. A valvopatia reumática foi a patologia de base de maior ocorrência (35,3%) nos pacientes. Houve um predomínio da cirurgia de troca valvar (41,1%) seguido pela cirurgia de revascularização do miocárdio (29,4%). Apenas duas orientações pré-operatórias não foram cumpridas por todos pacientes, sendo: o uso dos medicamentos prescritos e horário de chegada dos pacientes. A maioria (94,1%) dos pacientes relatou que o processo ocorrido no pós-operatório era condizente com as orientações pré-operatórias e a redução da ansiedade foi destacada por 82,4% destes. Três pacientes sugeriram adequações das orientações pré-operatórias relacionadas a fatos específicos que ocorreram devido complicações do seu quadro clínico. Os resultados deste estudo trazem elementos norteadores para futuras reflexões e construção de um programa de orientação pré-operatória ainda mais completo e adequado.


Palavras-chave


: Enfermagem; Cirurgia cardíaca; Orientação; Educação em Enfermagem

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v0i0.329

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175