Unidade psiquiátrica em hospital geral: características de estrutura e organização

Tarcísia Castro Alves, Margarita Antonia Villar Luis

Resumo


Objetivo: caracterizar a unidade de psiquiatria do Hospital Geral, no tocante à estrutura, organização do trabalho, perfil profissional
da enfermagem e tipo de paciente que recebe. Método: Trata-se de um estudo de caso de observação direta, abordagem qualitativa
e quantitativa, com participação de dez profissionais de enfermagem. Resultados: Observou-se uma unidade com estrutura física
moderna, pautada na intervenção multiprofissional. Profissionais de enfermagem jovens, do sexo feminino, com tempo de formação
maior que 10 anos e mais de 3 anos de atuação na unidade psiquiátrica, mas cuja formação e experiência pouco se refere à saúde
mental. Pacientes do sexo masculino, jovens, solteiros, em primeira internação, com longa taxa de permanência, sendo internados
por situação de risco elevado de suicídio, seguidos de manifestações dos transtornos mentais relacionados ao uso de álcool e outras
drogas. Conclusão: A unidade psiquiátrica, no hospital geral, possibilita o acesso ao cuidado de enfermagem e dos demais
profissionais para uma atenção integral às necessidades das pessoas com transtorno mental. Contudo, há necessidade de maior
formação da equipe de enfermagem para lidar, em saúde mental, nessas unidades, que se esbarram na reduzida oferta de cursos de
especialização em algumas regiões do Brasil.

Palavras-chave


: Saúde mental; Enfermagem; Hospitais Gerais; Unidades de Internação.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: https://doi.org/10.19175/recom.v10i0.3470

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175