Aquisição de habilidades e competências para cuidar em saúde mental: autoavaliação de estudantes de enfermagem

Aline Mesquita Lemos, Helder de Pádua Lima, Maria Dalva Santos Alves, Ângela Maria Alves e Souza, Maria Isis Freire de Aguiar, Michell Ângelo Marques Araújo

Resumo


Objetivo: identificar como estudantes de enfermagem avaliam a aquisição de habilidades e competências para o cuidado em saúde mental. Métodos: estudo descritivo, transversal, realizado com 73 estudantes de enfermagem. Os dados foram coletados, por meio de questionário e apresentados em tabelas. Analisou-se a associação entre períodos de curso, observação da prática do cuidado de enfermagem em saúde mental, e aquisição de habilidades e competências para tal prática, por meio dos testes qui-quadrado de Pearson e razão de verossimilhança. Resultados: houve associação entre períodos de graduação em curso e observação das práticas de lidar com paciente em crise (p=0,064) e aplicar a Assistência de Enfermagem em Saúde Mental no contexto comunitário (p=0,097); a aquisição das habilidades de reconhecer preceitos da Política Nacional de Saúde Mental (p=0,021) e aplicar a Sistematização da Assistência de Enfermagem junto à pessoa com transtorno mental (p=0,051); e a aquisição das competências caracterizar transtornos mentais (p=0,013) e atuar no nível de atenção primária à saúde mental (p=0,001). Conclusão: diante das lacunas identificadas na aquisição de habilidades e competências para o cuidado de enfermagem, em saúde mental, por parte de estudantes, ressalta-se a necessidade de reforçar a formação em enfermagem em saúde mental por competências e habilidades.

Palavras-chave


: Enfermagem; Saúde mental; Estudantes de enfermagem; Competência Profissional; Enfermagem Psiquiátrica.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.3476

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175