Segurança do paciente em unidades brasileiras de médio e alto riscos: revisão sistemática de literatura

James Souza Santos, Pamela Silverio De Lima, Helen Cristiny Teodoro Couto, Liliane de Lourdes Teixeira Silva, Alba Otoni

Resumo


Objetivo: avaliar a implantação de ferramentas, para a segurança (protocolo do programa nacional de segurança do paciente), na assistência ao paciente adulto e idoso internado em unidades brasileiras de médio e alto risco. Método: trata-se de uma revisão sistemática de literatura baseada na ferramenta Prisma (2015). As bases de dados PubMed, Scientific Eletronic Library On-line (SciELO) e Biblioteca Virtual de Saúde (BVS) foram utilizadas para a busca dos artigos. Resultados: A análise conjunta dos estudos mostrou que as ferramentas, para a segurança, na assistência aos pacientes adultos e idosos internados, variaram entre as instituições brasileiras de médio e alto risco e são pontuais, não sendo identificada nenhuma unidade que adota todas as ferramentas de segurança do paciente. Conclusão: Os protocolos do programa nacional de segurança do paciente são ferramentas implantadas de forma pontual pelas unidades brasileiras de média e alta complexidade.

Palavras-chave


Segurança do Paciente; Assistência de Enfermagem; Instituições de Saúde.

Texto completo:

PORT ENG


DOI: http://dx.doi.org/10.19175/recom.v9i0.3493

ISSN: 2236-6091

DOI:10.19175